Blog

Carros elétricos: um futuro promissor e sustentável em Portugal

4 min

Powerdot

Carros elétricos: um futuro promissor e sustentável em Portugal

Os carros elétricos vieram para ficar. Graças à evolução da tecnologia das baterias, à expansão acelerada de cada vez mais postos de carregamento e aos diversos incentivos governamentais, os carros elétricos estão a tornar-se cada vez mais viáveis. Para fomentar ainda mais este avanço, a União Europeia prevê a proibição da venda de automóveis com motor de combustão a partir do ano de 2035.

Estes acontecimentos só vêm reforçar ainda mais a compra de carros elétricos, assim como todos os investimentos necessários para dinamizar este sector. Algo que ajuda a estimular tudo isto é o surgimento de cada vez mais postos de carregamentos, distribuídos principalmente pelas áreas ou regiões de maior densidade populacional.

Esta realidade pode muito bem ser observada nos dias de hoje, na própria indústria automóvel. Tudo isto graças ao enorme sucesso dos carros elétricos, e com as principais empresas fabricantes de automóveis a anunciarem o fim dos motores a diesel. Como tal, novas versões completamente electrificadas dos seus principais modelos, ou até mesmo o surgimento de novas frotas elétricas, encontram-se cada vez mais presentes no nosso quotidiano.

 

Como o conceito de mobilidade elétrica se enquadra em Portugal

O conceito de elétrico é já uma realidade bem presente no mercado nacional. Isto é um facto garantido, como podemos constatar diariamente nas nossas estradas, sendo Portugal um dos países europeus que mais carros elétricos vende.

Esta tendência em Portugal tem vindo a crescer consideravelmente e, também, de forma sustentável. Se analisarmos as estatísticas referentes ao ano de 2017, através da APVE (Associação Portuguesa de Veículos Eléctricos), a compra de carros elétricos duplicou num ano, e a partir de 2018 até aos dias de hoje, este número mais do que triplicou. Outro factor que demonstra também a adesão em massa deste novo sector, é a venda de carros elétricos em toda a Europa, durante o período de 2017 e 2022.

Durante este período, Portugal conseguiu distanciar-se de países como a Espanha, e aproximar-se de países como a Alemanha, e quase alcançar países como a França. Para perceber todo este investimento, a Europa vendeu até 2020 cerca de um milhão e meio de carros elétricos, o que supera as vendas de carros elétricos na China, e coloca desta forma o continente europeu na linha da frente no que respeita à mobilidade elétrica.

Outro marco relevante é o facto de que em novembro de 2021, pela primeira vez no sector dos automóveis ligeiros de passageiros, a compra de carros elétricos (18,1%) ultrapassou a aquisição de veículos com motores a diesel (17,7%).  Isto é um feito verdadeiramente notável, e só demonstra a intenção do governo português em se tornar uma referência, ao estimular ainda mais o investimento neste sector.

 

Que incentivos existem por parte do Estado para a compra de carros elétricos?

Ao longo dos anos, Portugal implementou uma grande variedade de benefícios fiscais, assim como de subsídios, para incentivar a sustentabilidade dos carros elétricos, e dessa forma, apoiar e fomentar o investimento de particulares e de empresas privadas.

Desde 2018, que Portugal tem vindo a assegurar a cobertura parcial dos custos suportados pelos utilizadores no que diz respeito aos carregamentos dos seus carros elétricos. Estes apoios, quer sejam de fundos públicos, ou através de decretos-lei, permitiram criar as condições ideais à aplicação de tarifas de acesso à rede de mobilidade elétrica aprovadas pela ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos).

Em 2022, Portugal foi ainda mais longe e implementou ainda mais medidas para diversificar este sector, tais como: os incentivos estatais, até 6.000 euros para a aquisição de um ligeiro de passageiros novo e 100% elétrico; a isenção de IUC (Imposto Único de Circulação), do ISV (Imposto Sobre Veículos), e até mesmo no caso do IVA, independentemente de se tratar de particulares ou de empresas, existe ainda a dedução total do imposto no seu IRS.

Para além disto, existe a redução, ou até mesmo em alguns casos, a isenção do pagamento de estacionamento em vários municípios por todo o país.

 

Os investimentos privados no sector dos carros e dos carregamentos elétricos em Portugal

O governo português está consciente do percurso que ainda tem que percorrer, no que diz respeito à expansão da rede de carregamentos elétricos, não só ao longo da costa (onde existe uma maior densidade populacional), mas também no interior do país. O principal objectivo é permitir que todos os utilizadores desta rede possam circular por todo o país sem quaisquer constrangimentos. Outro aspecto que ainda pode ser melhorado é a burocracia que tende a atrasar a instalação de pontos de carregamento, nomeadamente com licenciamento municipal e ligações à rede elétrica.

Este compromisso estimula e muito o investimento privado, e espera-se que até 2025 mais de 20.000 carregadores elétricos sejam instalados e que estejam em pleno funcionamento. Este crescimento ininterrupto, associado à crescente capacidade das baterias e da evolução dos carros elétricos, permitirá que um elétrico possa facilmente percorrer Portugal Continental, ou seja, percorrer os 561 quilómetros de norte a sul do país sem qualquer problema.

Atualmente, a quantidade de carregadores continua abaixo do esperado, com menos de 6000 pontos de carregamento, com uma grande concentração destes ao longo do litoral e nos grandes centros urbanos.

Esta situação de falta de carregadores traduz-se numa grande oportunidade para as empresas deste sector, que investem, instalam e operam esses pontos de carregamento, como é o caso da Powerdot, mas também a oportunidade de venderem ao consumidor a energia para os seus carros elétricos.

A Powerdot é uma das empresas de referência que operam neste sector em Portugal, com mais de 1,080 pontos de carregamento em Portugal Continental, e com mais de 4,180 pontos de carregamento pela Europa fora.

 

Saiba com o que pode contar para investir neste sector

É com a maior certeza que os carros e os carregadores elétricos representam uma oportunidade enorme de investimento em Portugal. Dito isto, de que está à espera para ter carregadores EV no seu parque de estacionamento? Sem a obrigatoriedade de investimento, e ainda com repasse das receitas dos carregadores, aproveite esta oportunidade para contactar a Powerdot e tornar-se nosso parceiro.

Fique a par de todas as
novidades Powerdot:

Powerdot assegura €100 Milhões em novo investimento para acelerar a Mobilidade Sustentável na Europa

Top 6 carros elétricos do futuro: os modelos mais esperados

Carros elétricos: um futuro promissor e sustentável em Portugal

Carros elétricos: um futuro promissor e sustentável em Portugal

The role of EV chargers in the future of the retail experience

O papel das estações de carregamento de veículos elétricos no futuro da experiência do comércio

Powerdot e miio lançam Autocharge em Espanha e França, com previsão de lançamento em Portugal até final deste ano

Powerdot e Miio lançam Autocharge em Espanha e França, com previsão de lançamento em Portugal até final deste ano